Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Cartilha sobre monitoramento do uso da força pelas polícias é apresentada às coordenações dos Centros da Juventude pelo UNODC

Publicação:

WhatsApp Image 2023 01 20 at 13 43 32 (2)
Toda a metodologia do índice de compliance está disponível na cartilha

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) realizou a apresentação da cartilha "Monitoramento da Integridade do Uso da Força e o Índice de Compliance da Atividade Policial (ICAP)" para os coordenadores dos Centros da Juventude (CJ) do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), nesta quarta-feira (18), no Tecnopuc. O material produzido pela UNODC integra o eixo "segurança cidadã e efetividade policial" do POD e tem como objetivo fundamentar as relações entre os Centros da Juventude e a Policia Militar. 

"Essa conexão com os gestores dos CJ pra qualificar cada vez mais a interação das policias com as comunidades e os jovens, envolvendo representantes da brigada militar, é absoltutamente fundamental para que possamos prevenir e reduzir abusos e atos de violência. Esperamos que possamos fortalecer as atividades e ações do POD a partir de práticas mais dinâmicas e efetivas do trabalho de policiamento nos territórios do programa e no cotidiano dos jovens", afirma Eduardo Pazinato, coordenador da área de integridade do UNODC.

Na cartilha, constam índices e dados sobre temas como roubos, mortes de civis em decorrência de intervenções policiais, características que influenciam na abordagem de um indivíduo, entre outros. "Esse estudo de seis anos foi completamente inovador e espero que ele possa ser ampliado para novos territórios. É importante que possamos também detalhar cada vez mais essas informações, porque, assim, vamos seguir qualificando e revendo os procedimentos na atuação preventiva e repressão feita pela polícia", afirma o Tenente Coronel Roberto Donato, Chefe da Seção de Doutrina, Ciência de Dados e Prevenção Primária do Comando Geral da Brigada Militar.

Além de ter sido distribuída em versão impressa, a cartilha pode ser acessada aqui.

SJCDH - Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos